Untitled Document
Buscar Notícias
Noticías
Esporte
Conteúdo
Colunas

13/03/2019 às 13h24min - Atualizada em 13/03/2019 às 13h31min
PORTAL ALTOS - Altos(PI)
TAMANHO DA FONTE A- A+
PM preso pesquisava jornalistas que defendiam direitos humanos

O sargento reformado Ronnie Lessa, acusado pelas mortes de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, buscava na internet nomes de jornalistas que defendem os direitos humanos.

Agentes da Delegacia de Homicídios (DH) e do Ministério Público rastrearam todas as buscas feitas por Ronnie Lessa desde o final de 2017 até o início deste ano.

De acordo com os investigadores, os arquivos acessados pelo PM são considerados provas fundamentais de que ele arquitetou o crime.

Segundo o jornal “Extra”, entre as buscas do PM, há nomes de promotores que investigam casos de crimes cometidos por policiais, jornalistas que cobrem temas ligados a direitos humanos e políticos de esquerda.

O sargento reformado também fez buscas sobre a metralhadora MP5, apontada como a arma usada no crime.

Fonte: Catraca Livre



Campartilhar essa Notícia:



  OUTRAS NOTÍCIAS
26/03/2019 - Investigado na Lava Jato é encontrado morto em Porto Alegre
22/03/2019 - Chefe do PCC, Marcola é transferido para presídio federal em Brasília
20/03/2019 - Bettina: “Eu nunca falei que transformei 1520 reais em 1 milhão”
13/03/2019 - PM preso pesquisava jornalistas que defendiam direitos humanos
08/03/2019 - MA: Prefeitura abre concurso com 362 vagas e salários de até R$ 2.994
06/03/2019 - Ghosn paga fiança de R$ 34 milhões e será liberado
04/03/2019 - Enfermeira é encontrada morta dentro de hospital em Duque de Caxias
02/03/2019 - Homem é preso por matar pastor e beber sangue da vítima
28/02/2019 - Exames atestam que agressor de paisagista não tem problemas psiquiátricos
23/02/2019 - Brasil sinaliza que revidará eventual ataque das forças da Venezuela

 Publicidade
 
ESPORTE CONTEÚDO NOTÍCIAS
 
 
   
   

Portal Altos © 2019 - Todos os direitos reservados